Blog do Puntel

POR QUE HOMENS – E HOMENS BRANCOS - TÊM MELHOR DESEMPENHO QUE MULHERES E NEGROS NO ENEM?

Puntel

Sei que os leitores concordarão que até recentemente – na década de 1960 - era nítida a desigualdade quanto à questão de gênero feminino e masculino no que diz respeito à educação e à profissionalização. Em outras palavras, à mulher estava reservado o espaço privado: ao homem, pelo contrário, o espaço público.


É muito recente, portanto, a luta pelas conquistas femininas, seja nesses dois universos: o educacional e profissional. E, se detalharmos esse avanço, não só entre homens e mulheres, mas também entre mulheres brancas em relação às pardas e negras, nota-se que ainda há muito por trilhar, por caminhar, por desbravar. É o que aponta a tabulação feita pelo Jornal O Estado de São Paulo, na segunda semana de janeiro deste ano, a partir dos dados do ENEM/2016. Os dados de 2014 e 2015 registram o mesmo padrão. Certamente, os de 2017, assim que forem tabulados, registrarão o mesmo.


Das MIL melhores notas nas provas objetivas, como Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Linguagens, sabem quem teve o melhor desempenho? Os homens ou as mulheres? Embora as mulheres fossem em número maior que os homens, foram eles que demonstraram melhor desempenho nas provas objetivas. Se compararmos, não mais homens e mulheres, mas homens brancos e negros, os primeiros se saíram melhor que pardos e negros.


Acessando http://infograficos.estadao.com.br/educacao/enem/desigualdades-de-genero-e-raca/ tem-se a clareza do resultado da tabulação feita. Se os mais de 4 milhões de candidatos fossem representados por 1000 pessoas, 575 seriam mulheres; 425 seriam homens. Das 575 mulheres, 346 seriam negras e pardas, 202 seriam brancas. Dos 425 homens, 252 seriam negros e só 153 seriam brancos. Se vocês pegaram a calculadora, leitores, notaram pequena defasagem na soma. É relativa a amarelos e índios.


Notaram que as mulheres e homens negros são maioria: 598 participantes? Notaram também que as mulheres e homens brancos são minoria, apenas 355 participantes? Porém, nas MIL melhores notas, vejam o perverso reverso da medalha: apenas 64 negras e 180 brancas, no total de 278 mulheres, tirariam notas acima de 800 dos 1000 pontos. Entre os homens, apenas 157 negros, mas 489 brancos estariam entre os eleitos.


Por isso, fica aqui uma pergunta que não quer se calar: por que homens se destacam mais que as mulheres? E, por que as brancas têm melhor desempenho que negras e pardas? Assim também os homens brancos? A resposta a esse questionamento é bom tema de Redação, não acham? Mãos à obra!  


 

Luiz Puntel 


 

(16) 3623-6199

Av. Senador César Vergueiro, 590 - Jardim Irajá - Ribeirão Preto/SP